TRILHA Assessoria em Sustentabilidade

Metodologia e Diagnóstico

O Gestor moderno está atento à necessidade de mudanças e adequações dos modelos de gestão, porém o mito da complexidade está presente nessa gigantesca rede de conceitos e métodos que rodeiam o assunto “sustentabilidade”.

O emaranhado de leis; a diversidade de normas, selos e certificações; os inúmeros manuais e número crescente de trabalhos acadêmicos disponibilizam uma gama de informações que acabam confundindo e emperrando o processo de mudança, criando fissuras no caminho daqueles que buscam a sustentabilidade.

Com o princípio de simplificação para disseminação, desenvolvemos uma metodologia que assessora e indica o caminho para realização de um diagnóstico de sustentabilidade da empresa ou negócio, auxiliando na identificação do estágio em que se encontra a organização em relação à sustentabilidade.

Com uma visão sistêmica, atuamos como coparticipantes na análise inicial que servirá de subsídio para identificar os pontos fortes (que poderão ser enfatizados) e fracos (que precisarão ser superados) da empresa em relação a um planejamento estratégico para uma gestão efetivamente sustentável, respeitando as necessárias adaptações na sua aplicação em função do porte e complexidade inerentes a cada organização.

DIAGNÓSTICO

Palavra de origem grega (diágnosis) que significa “através da verdade”. Contemporaneamente a palavra adquiriu a significação de “exame”, “discernimento”, “conhecimento”. O diagnóstico não é o fim em si mesmo, mas algo através do que alguma coisa acontece.

É preciso conhecer para agir

O diagnóstico busca identificar claramente a situação real que se apresenta, forma-se uma opinião sobre ela, isto é, consolida-se um conhecimento a partir do qual pode-se ponderar possibilidades e alternativas existentes, e então definir o que se quer fazer para atingir os ideais e metas pretendidos.

Trabalhamos em conjunto com a empresa como elemento facilitador nesse processo de diagnose, que representa o ponto de partida para um planejamento eficaz de uma gestão de sustentabilidade.

ETAPAS


A finalização da terceira etapa e conclusão do Diagnóstico proporcionará uma importante ferramenta com a análise da situação da empresa em relação à sustentabilidade e indicação do melhor caminho para empresa trilhar em direção a uma gestão de responsabilidade social que contribua, de fato, para o desenvolvimento sustentável.

A quarta etapa consiste na elaboração de um programa estratégico para incorporação da Gestão de Responsabilidade Social Empresarial com diretrizes para o alcance da sustentabilidade. O Programa consiste em alinhar as práticas comerciais, sociais e ambientais com as práticas da sustentabilidade fundamentadas na Responsabilidade Social Empresarial.

A empresa que adota a filosofia e práticas da RSE tende a ter uma gestão mais consciente e maior clareza quanto à própria missão. Consegue um melhor ambiente de trabalho, com maior comprometimento de seus funcionários, relações mais consistentes com seus fornecedores e clientes e melhor imagem na comunidade. Tudo isso contribui para sua permanência e seu crescimento.

O Programa é elaborado de acordo com a análise do Diagnóstico, orientando ao cumprimento das diretrizes para sustentabilidade e estabelecendo as ações de acordo com as características, necessidades e possibilidades da empresa.

Alguns pontos desenvolvidos pelo Programa:
• Criação e divulgação: missão, visão e valores;

• Elaboração de códigos de ética e de conduta;

• Sistema de Gestão Ambiental;

• Boas Práticas e Cultura Organizacional;

• Melhoria do ambiente interno;

• Melhores condições de trabalho e oportunidades de desenvolvimento;

• Práticas responsáveis com relação às diferentes partes interessadas;

• Adequação aos requisitos legais ...
A etapa Pós Diagnóstico é independente das etapas anteriores, sendo opcional para a empresa sua elaboração.